terça-feira, 20 de novembro de 2012

SONETO DE FIDELIDADE, Vinícius de Morais

Leia o poema de Vinícius de morais:
SONETO DE FIDELIDADE
De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

1ª – Explique os versos: “Que mesmo em face do maior encanto/ Dele se encante mais meu pensamento.”.

2ª – Marque a opção em que a palavra destacada revela o mesmo significado da palavra “pesar”, presente no verso “Ao seu pesar ou seu contentamento”:
(   ) Pesavam sobre ela a infidelidade do marido;
(   ) A vendedora pesou a mercadoria;
(   ) A mãe sentiu imenso pesar por castigado o filho;
(   ) O cliente pesou os prós e os contras da compra do computador.

3ª – Indique o verso em que o eu lírico faz uma comparação e explique essa relação.

4ª – Marque somente a alternativa em que a regência verbal está adequada às normas gramaticais:
(   ) Ontem assisti o jogo;
(   ) Aspiro um emprego melhor;
(   ) As críticas agradaram a oposição;
(   ) Irei à escola para reencontrar os amigos.

5ª – Sabemos que um poeta usa licença poética para conseguir maior expressividade no poema. E no verso “E rir meu riso e derramar meu pranto” ocorre isso com o verbo “rir”, que é intransitivo, mas que no poema possui outra classificação. Esclareça a regência desse verbo no poema.

6ª – Complete as frases abaixo com a preposição exigida pelo termo destacado.
a) O prefeito se mostra propenso ______ candidatura.
b) A mãe é afável ______ filhos.
c) Lucas está ansioso _____ mudar de vida.
d) O patrão se encontra intolerante ______ os funcionários.

7ª – Indique o verso que revela um paradoxo, ou seja, ideias contrárias e impossíveis de ocorrerem na realidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário